Saiba o que fazer se a gripe não passar

É comum que muitas pessoas fiquem resfriadas ou gripadas durante o inverno. Nariz escorrendo, tosse, fadiga e dores no corpo estão entre os principais sintomas de quem passa pela temporada de espirros após a chegada do frio. Isso acontece porque no inverno há circulação de diversas cepas de vírus que podem causar desde resfriados comuns até síndromes gripais graves, como o caso do H1N1.

Porém, a gripe é um quadro viral que melhora espontaneamente em poucos dias. Mas, algumas pessoas apresentam sintomas prolongados e sentem que não há melhora evidente.

“Se no decorrer do quadro gripal o paciente apresentar febre prolongada e que não melhora com antitérmicos, falta de ar e tosse persistente, deve procurar atendimento médico imediatamente”, explica Thiago Zago, otorrinolaringologista do Hospital São Francisco de Mogi Guaçu.

Quando os sintomas se estendem por muitos dias, o quadro gripal causado por vírus pode até evoluir para infecções bacterianas, como pneumonia, sinusite, otite, laringite ou bronquite. Crianças e idosos estão mais propensos a desenvolver complicações, assim como pessoas asmáticas, com bronquite crônica ou problemas cardíacos.

Mas toda a população corre o risco do contágio durante os dias frios, e a melhor forma de prevenção ainda é a vacina. “Evite locais fechados com aglomeração de pessoas e pouca circulação de ar, lave bem as mãos e acompanhe o calendário de vacinação anualmente”, alerta o profissional.

CONTATOS

PARA MAIS INFORMAÇÕES E DÚVIDAS, ENTRE EM CONTATO:

  • (19) 3891-2100 | (19) 3861-0663
    (19) 3861-6735
  • Av Lothário Teixeira, 215 - Parque Cidade Nova
    Mogi Guaçu, SP- CEP: 13845-430